site

Hóquei em patins tricolor é formado 100% por atletas das categorias de base, tem hegemonia no Estado e busca em conquistar o Brasileiro

22/maio
Hóquei em patins tricolor é formado 100% por atletas das categorias de base, tem hegemonia no Estado e busca em conquistar o Brasileiro

O hóquei em patins tradicional do Fortaleza surgiu em 2004, sendo até hoje um dos poucos times do Brasil que leva a marca de um clube de futebol na modalidade. Após 16 anos de história, continua tendo a hegemonia no Estado com 15 títulos cearenses, surpreendendo adversários também do Nordeste e do país. O predomínio conta com um grande investimento nas categorias de base, onde 100% dos atletas do Leão são formados, fato que não é visto frequentemente nas equipes de hóquei brasileiras.

A base do hóquei sobre patins do Fortaleza conta com as categorias Sub-12, Sub-15 e Sub-18 com 72 atletas, sendo 50 do time masculino e 22 do feminino. “Vale salientar que os demais clubes reforçam com jogadores estrangeiros e com outros de alto nível aqui no Brasil. No Fortaleza, são jogadores criados nas categorias de base, que é muito forte, aí que surge grandes atletas. As nossas conquistas são oriundas do trabalho de base, essa é a nossa força e nosso bem”, exalta o técnico do time adulto e coordenador, Beto Vieira.

Além das taças estaduais, o hóquei tricolor já foi duas vezes vice-campeão da Copa do Nordeste, conquistou o terceiro lugar na Copa Internacional e do Brasileiro com a categoria sub-15. “Nós estamos formando grandes jogadores principalmente na categoria sub-15. Foi uma grande surpresa em todo o Brasil, a qualidade técnica dos nossos jogadores”, fala Beto.

No torneio estrangeiro, o Leão enfrentou grandes potências da modalidade, como times de Portugal, Angola e Argentina, sendo o melhor momento vivido para o treinador, que sonha em conquistar o título nacional e ajudar cada vez mais o Fortaleza em outras funções. “O meu sonho é ser campeão brasileiro adulto como treinador, também lá para frente ser conselheiro do clube e um dia ajudar ou assumir uma função, quem sabe, em ser diretor de esportes olímpicos do Leão”.