site

Fortaleza Basquete Cearense renova com sete atletas para o NBB 2020/2021. Jogadores se reapresentam no início de outubro

29/set
Fortaleza Basquete Cearense renova com sete atletas para o NBB 2020/2021. Jogadores se reapresentam no início de outubro

O Fortaleza Basquete Cearense renovou com sete jogadores para a temporada 2020/2021. A equipe começa a anunciar para nesta semana a permanência de peças importantes do elenco que esteve também na última temporada do NBB: os alas-pivôs Felipe Ribeiro, Sualisson e Alex Oliveira, os armadores Dontrell Brite e Cauê Verzola, o ala-armador Rashaun e o pivô Mathias.

O primeiro a ser anunciado foi o ala-pivô Felipe Ribeiro. Experiente, o jogador de 41 anos, com a camisa do Carcará, anotou médias de 14,8 pontos, 8,3 rebotes, 1,3 assistências e 15,9 de eficiência no NBB 2019/2020.

Os atletas se reapresentam no início de outubro, cumprirão com um protocolo de saúde, passando por testes e iniciando os treinamentos.

Mais sobre os atletas renovados

O ala-pivô Sualisson vai para sua oitava temporada na capital cearense. Na última edição do NBB, o jogador computou médias de 9 pontos, 5,8 rebotes e 11,1 de eficiência.

Outro que também acertou a sua permanência por mais uma temporada foi o ala/armador norte-americano Rashaun McLemore. Destaque por sua agilidade e habilidade, o jogador do Carcará teve médias de 12,5 pontos e 10,8 de eficiência na última temporada do NBB.

Um outro atleta norte-americano que está fechado com o Fortaleza Basquete Cearense é o armador Dontrell Brite. Esta será sua terceira temporada na equipe e no NBB 2019/2020 teve médias de 12,7 pontos e 13,3 de eficiência.

O ala-pivô Alex Oliveira também marcará presença por mais uma temporada na equipe da capital cearense. Na última, o jogador ficou com médias de 10,3 pontos e 6,3 de eficiência.

O armador Cauê Verzola e o pivô Mathias farão sua segunda temporada com a camisa do Carcará. No NBB 2019/2010, Cauê teve uma média de 6 pontos e 9 de eficiência, e Mathias ficou com média de 4,2 pontos, 4,3 rebotes e 6,4 de eficiência.