site

Fortaleza é parceiro em aplicativo de denúncia e campanha para combater o assédio sexual no transporte público

08/mar
Fortaleza é parceiro em aplicativo de denúncia e campanha para combater o assédio sexual no transporte público

A Prefeitura de Fortaleza lançou nesta última quinta-feira a campanha Respeito Coletivo e o botão virtual de denúncia Nina. Uma nova funcionalidade no app Meu ônibus (já disponível para Android e em breve para IOS), onde todo o processo de denúncia de casos de abuso sexual dentro dos transportes públicos da capital terão seu processo simplificado e facilitado. O Fortaleza tem orgulho de ser um parceiro nessa caminhada tão importante.

Foi assediada ou presenciou um assédio? Siga as instruções abaixo:

1) Baixe o aplicativo "Meu ônibus"

2) Utilize o botão virtual "Denunciar Assédio" e identifique o número do ônibus e horário - seu caso será encaminhado à Polícia Civil.

3) Compareça à Casa da Mulher Brasileira e finalize sua denúncia.

Você também pode ligar para o 190.

Mais sobre o botão de denúncia “Nina”

Antes de tudo, é necessário baixar ou atualizar o aplicativo Meu Ônibus Fortaleza, já disponível para Android(encurtador.com.br/ehioR) e a ser disponibilizado para iOS (encurtador.com.br/mwx16) até o final de março. O botão virtual "Denunciar Assédio" estará disponível na página inicial do aplicativo Meu Ônibus Fortaleza. Ao acionar o botão virtual, a vítima ou a testemunha que presenciar o assédio sexual no transporte público deverá fornecer algumas informações sobre o evento, sendo as principais o número do veículo e o horário. Com isso, automaticamente serão solicitados às empresas de ônibus os vídeos no intervalo de meia hora antes e meia hora depois do ocorrido.

É muito importante que a denunciante realize cadastro, com login e senha, para que o vídeo possa ser encaminhado pelo Sindiônibus à Polícia Civil em até 72 horas. Assim, quando a vítima ou testemunha for finalizar a denúncia na Delegacia da Mulher ou na Delegacia da Criança e do Adolescente, poderá contar com a prova do ocorrido.

Após realizada a denúncia pelo botão “Nina” no aplicativo Meu Ônibus Fortaleza, a usuária tem acesso a todas as suas denúncias na aba "Minhas Denúncias". Com ID da denúncia, ela poderá se dirigir à Casa da Mulher Brasileira, para mulheres maiores de 18 anos, ou à Delegacia da Criança e do Adolescente, destinada a menores de 18 anos, para finalizar a denúncia.

Além de incentivar que vítimas e testemunhas denunciem as ocorrências, a nova funcionalidade vai permitir o mapeamento da ocorrência de assédio sexual no transporte público, gerando um banco de dados que possibilitará a análise do problema e planejamento de ações de combate e prevenção.

Criado pela pernambucana Simony César, o Nina foi inicialmente pensado para operar no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde Simony estuda. O Nina chegou a Fortaleza por meio do Desafio Inovemob, promovido pela WRI Brasil e Toyota Mobility Foundation, em que o Nina foi uma startup finalista, tendo assumido, dentro da competição, a missão de implementar a tecnologia em Fortaleza como projeto-piloto, tendo recebido investimento da In3citi, investidora de impacto em negócios sociais, ou seja, solução implementada sem custos para a Prefeitura de Fortaleza.