site

A DOR EXISTE MESMO ONDE TUDO PARECE ESTAR BEM

31/maio
A DOR EXISTE MESMO ONDE TUDO PARECE ESTAR BEM

O Fortaleza conquistou 3 títulos nos últimos 6 meses. O último, a Copa do Nordeste, veio na última quarta-feira (29). Mesmo assim, os muros do Pici, a histórica sede do clube, amanheceu pichados com frases de protesto. "Acabou a paz", "Vergonha", "Acabou a paciência", foram algumas das frases rabiscadas nos muros. Sem entender, os torcedores do clube buscavam responsáveis.

O que teria havido? Tudo não passou de uma ação de Marketing. "A dor existe mesmo onde tudo parece estar bem" é o mote encontrado pelo clube para encampar a campanha de prevenção ao suicídio, em colaboração com o Ministério Público do Ceará. É o início de uma série de ações que MPCE e o clube vão desenvolver juntos para combater esse mal silencioso, que às vezes se esconde até por trás de uma grande euforia.

A cidade de Fortaleza, infelizmente, ocupa o 2º lugar como capital onde ocorrem mais suicídios. No estado, são pelo menos 600 casos notificados por ano. E, no Brasil, pelo menos 12 mil pessoas por ano tiram a própria vida. O país está entre os 10 países com maior número de suicídios. Além desses dados, o suicídio já é considerado a quarta maior causa de morte entre homens e mulheres brasileiros de 15 a 29 anos.